quinta-feira, 3 de março de 2016

Planta distribuída no Como nasce um livro? pode ajudar no combate ao Aedes aegypti - Editora Adonis


Sementes de crotalária são entregues aos visitantes do projeto este ano

Flor que atrai o predador natural do mosquito Aedes aegypti é a aposta do projeto Como nasce um livro? neste ano. Sementes de crotalária, um arbusto que atrai a libélula, serão distribuídas aos visitantes, junto às informações sobre o combate aos nascedouros.
Aliada no combate ao mosquito Aedes aegypti, a espécie distribuída pelo projeto, a Crotalaria-breviflora, cresce até cerca de 1 metro e demora cerca de 90 dias para florescer. E é justamente suas flores amarelas a arma contra o mosquito.  As flores da crotalária atraem a libélula, que assim como o Aedes aegypti, procura água limpa e parada para por seus ovos, que ao virarem larvas se alimentam de outras larvas. Já a libélula adulta se alimenta de pequenos insetos, tendo o mosquito em seu cardápio.
Em 2016, os anfitriões do projeto de incentivo à leitura e à escrita, Sherlock Holmes e Adoninha, recrutam os visitantes a se tornarem agentes de caça ao Aedes aegypti. Durante toda a visita ao parque editorial e gráfico, onde são apresentados os processos de produção de um livro, são adicionadas informações e charadas sobre o vetor da dengue, febre chicunkunya e zika vírus. Ao final da visita, cada participante leva para casa, além dos livros escolhidos e da carta-resposta, sementes de crotalária para que se tornem efetivamente detetives combatentes  do mosquito.
É preciso lembrar que o cultivo da crotalária continua sendo método alternativo de combate ao mosquito. Sua eficácia não foi comprovada, mas o experimento é mais uma forma biológica para contribuir com a redução do mosquito. A melhor precaução ainda é a conscientização das pessoas, mantendo quintais limpos e não deixando água parada.
Traga as libélulas para seu quintal

Eleito como ano de combate ao mosquito, as ações da Adonis em 2016 visam conscientizar e tornar cotidiana ações de prevenção aos focos do mosquito Aedes aegypti e eliminação dos seus nascedouros. Com o slogan Traga as libélulas para seu quintal, são diversas as ações em cada um de seus projetos. O objetivo das ações da Adonis é manter sempre em foco as questões relativas ao combate ao mosquito como um evento cotidiano, deixando de ser uma ação extraordinária para torná-la um assunto recorrente. As crianças geralmente têm um olhar vigilante e apostar nelas como potenciais multiplicadores de informações sobre formas de prevenção é que, aos poucos se eliminem os focos e se acabem com o mosquito transmissor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário