sexta-feira, 20 de maio de 2016

Via blog Leiturinha: Cinco motivos para ler para seu filho

Ilustração: Moacir Torres

Não é preciso esperar que os pequenos cresçam para montar sua biblioteca e começar a ler. Na verdade, não é recomendável, inclusive. A Sociedade Brasileira de Pediatria já receita livros para crianças desde o nascimento, e alerta para uma porção de benefícios que a leitura traz nos primeiros anos de vida, sem contraindicações e livre de efeitos colaterais! (:
Leiturinha também acredita que a leitura deve ser estimulada desde de cedo e que esse hábito em família é a melhor forma de estímulo. Por isso reservamos 5 grandes motivos para que pais e mães leiam mais para seus filhos. Confira:

1 Ler aumenta o vínculo entre pais e filhos.
O simples ato de ler em voz alta já é tranquilizante e atua no desenvolvimento cerebral, ajudando os mais bebezinhos a identificar a voz e tê-la como porto seguro. Um estudo canadense reuniu 116 famílias em situações estressantes e comprovou que ler para as crianças tem efeito tranquilizador e traz a sensação de intimidade, controle e normalidade.
“É como se fosse um acalanto. Você está embalando seu filho com palavras”(Ilan Brenman).

2 Pequenos leitores tendem a se tornar adultos mais articulados e inteligentes.
Aspectos cognitivos, em especial o desenvolvimento da linguagem, estão no topo dos benefícios lembrados pelas pessoas quando o assunto é o incentivo. A leitura atua na construção do papel de cidadão que, aliada com saúde do corpo, vai significar também na qualidade de vida dos pequenos. No caso dos bebês que nascem com alguma deficiência, inclusive, o cérebro pode criar novas conexões para suprir habilidades perdidas, com o estímulo de contar histórias.

3 É a melhor maneira de explicar assuntos complexos e ajudar a interpretar sentimentos.
Este momento não pode se tornar uma atividade mecânica de ler somente por ler. Esta é a oportunidade que você cria para que os pequenos possam refletir, analisar e conversar sobre a história. Muitos dos conflitos vividos pelos personagens podem, em diferentes situações, ser os mesmos vividos pelos pequenos. E identificar-se é um passo muito importante no autoconhecimento e na verbalização dos seus sentimentos.

4 Ler aumenta o repertório cultural.
Quem nunca se surpreendeu com a oratória de um pequeno sobre algo que nem mesmo um adulto diria com a mesma sabedoria? As crianças surpreendem o tempo todo, se mostrando mais inteligentes do que a gente imagina. Mas de onde elas tiram esse conhecimento todo? Do seu repertório cultural! Das coisas que elas veem, escutam, experimentam, descobrem, leem. Das viagens que elas fazem no mundo das histórias, do conteúdo que consomem e das referências que elas têm em casa, na escola e com os amigos. Por isso é importante que você envolva seu filho no que de melhor a leitura compartilhada tem a oferecer a vocês dois.

5 O que leva uma criança a ler é o exemplo.
Essas palavras são da grande escritora Ana Maria Machado. E ela tem toda razão! Ler não é talento, é hábito. Por isso é bem menos provável que um pequeno se torne leitor espontaneamente ou somente por influência externa. Então leia também! Ensine ao seu filho o prazer de ler. A leitura é importante e benéfica demais para que você deixe somente com a escola o papel de apresentá-la ao seu filho.
Fonte: http://blog.leiturinha.com.br/. EMT - Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário